domingo, 25 de março de 2012

NOSSA SENHORA DE LOURDES - 16ª APARIÇÃO

APARIÇÕES DE NOSSA SENHORA EM LOURDES


25 DE MARÇO DE 1858 - DÉCIMA SEXTA APARIÇÃO

No despertar daquele dia 25 de Março de 1858, Bernadette sentiu-se novamente 'pressionada' para ir à gruta. Era uma força estranha que nascia em seu interior, que não sabia explicar. Mas era muito cedo e seus pais lhe aconselharam esperar o dia clarear. Às 5 horas da manhã já pôs-se a caminho. Depois de rezar o terço em êxtase, levantou-se e caminhou em direção à Aparição e conversaram:

- “Mademoiselle, quer ter a bondade de me dizer quem és, se faz o favor”?

“Aqueró” sorriu, não respondeu.

Ela insiste na solicitação, a segunda e a terceira vez, obtendo como respostas um sorriso carinhoso e modesto da Visão.

Mas Bernadette tinha a necessidade de saber o nome DELA, precisava levar esta notícia ao Senhor Abade, porque caso contrário, ele não construiria a Capela. Por isso, com mais amor e decisão insistiu uma quarta vez suplicando que ELA dissesse o seu nome.

Desta vez a Aparição não sorriu mais, ficou séria.

As mãos que estavam unidas afastaram-se estendendo sobre a terra e depois novamente juntas à altura do peito, levantou os olhos ao Céu em sinal de profunda humildade e obediência a Deus e disse:

- “EU SOU A IMACULADA CONCEIÇÃO”.

Dito isto, desapareceu.

Bernadette retornou a si e para não se esquecer das palavras, repetiu-as várias vezes em seguida, tropeçando nas letras que mal sabia pronunciar. Fugiu das perguntas de todos e correu para a casa do Senhor Abade Peyramale. Lá chegando, antes mesmo de cumprimentá-lo gritou:

- ' Que soy era Immaculada Councepciou' (no seu dialeto patois de Lourdes) 'Eu sou a Imaculada Conceição'.

0 Abade ficou perplexo. Não sabia se sorria ou ocultava o seu júbilo, procurando num último esforço, certificar-se do óbvio:

- 'Pequena orgulhosa, tu és a Imaculada Conceição'!

- 'Não, não, não eu'.

Peyramale sente que está diante de uma grande revelação: 'A Virgem é concebida sem pecado'.

Apesar de ter sido decretado em 8 de dezembro de 1854 , o Dogma da Imaculada Conceição de Maria não era aceito por todos os católicos, principalmente por alguns teólogos que defendiam a universalidade da redenção e do Pecado Original. Isto é, atribuíam a Nossa Senhora o mesmo privilégio que teve João Batista, de ter a santificação antes do nascimento. Mas não aceitavam a imunidade do Pecado, isto é, não aceitavam que Maria Santíssima fosse preservada do Pecado Original, mesmo considerando a sua condição especial de Mãe do Redentor.

Por este motivo o Abade explodia intimamente de satisfação e se preocupava em saber da realidade. Pela santíssima vontade de Deus, a partir daquele momento Nossa Senhora deixava realçar com todo brilho, a sua grandeza notável e ilimitada, porque ELA própria confirmava que teve uma Conceição Imaculada. Por isso Peyramale se debatia:

- 'Uma Senhora não pode usar esse nome! Tu enganaste sabes o que isso quer dizer'?

Maria Bernarda diz que não, abanando a cabeça.

- 'Então como podes dizê-lo, se não compreendes o que é'?

- 'Repeti todo o caminho'.

No silêncio que se seguiu, Peyramale ficou pensativo com um suave sorriso nos lábios. Bernadete interrompe o silêncio e diz:

- 'ELA sempre quer a Capela'...

0 Abade no íntimo deve ter respondido que não só uma Capela, mas uma monumental Basílica. A partir daquele momento a DAMA estava dispensada de fazer qualquer milagre, de fazer florir a roseira selvagem da gruta. Era ELA, a Mãe de Deus, a Nossa Querida Mãe que veio visitar-nos com o objetivo de revelar-nos um grande mistério divino e pedir penitência ao mundo, para que todos rezassem pela conversão dos pecadores e tivessem uma conduta responsável e digna. Peyramale estava emocionado. Tentava esconder sua alegria e por isso, para salvar as aparências, falou com ela:

- 'Vai para casa, falaremos outro dia'.

Os dias passaram e o clero com muita alegria e vibração comemorou a revelação do grande mistério.

Dia 6 de abril Bernadette, sentiu-se novamente 'pressionada' para voltar à gruta. Aquela força estranha e agradável a impulsionava para Massabieille. Como já havia passado das 15 horas, foi encontrar-se com o Padre Pomian no confessionário. Algumas pessoas que a observava, se incumbiram de espalhar os boatos. A cidade ficou na expectativa de algum acontecimento.





Fonte: www.derradeirasgracas.com



Um comentário:

  1. Bom dia, ótimo post!
    vim desejar ótima semana
    e dizer que cheguei da viagem e
    testei lá alguns daqueles produtos da Farmax,
    vc comenta?
    te convido tbm para o sorteio By Geo
    ultimos dias
    Boa sorte!
    obrigada!
    bjs♥
    www.coisasdeladdy.com

    ResponderExcluir